Sexta Sem Lei – Red Dead Redemption 2 chega para ser o jogo do ano

Curtiu? Então compartilhe este post!

Marcelo Jabulas | Redação GameCoin – Não se pode negar que a Rockstar Games sabe como poucos como publicar um título novo. O selo nova-iorquino se especializou em produções polêmicas que vão Grand Theft Auto, passando por L.A. Noire, Bully e Max Payne e um com um modelo de cronograma que não privilegia a pressa. Red Dead Redemption 2 chega após cinco anos de sua última publicação, o fenômeno GTA V, e promete eclipsar o restante da indústria por bom tempo.




O game é o terceiro episódio da série Red Dead, que retira o foco no personagem John Marston (que protagonizou os capítulos Revolver e Redemption) e projeta sobre Arthur Morgan. O protagonista é um integrante do bando de Van der Linde, que aterrorizavam o Velho Oeste no final do século 19.

Apesar de ter sido intitulado como Redemption 2, o game se passa cerca de 10 anos antes de Redemption e coloca personagens como Marston e Van der Linde como coadjuvantes. Nesse momento da saga (que é correlata à história da expansão dos Estados Unidos para o Oeste), o bando é caçado pelas autoridades e se abriga em acampamentos improvisados.

Gameplay

Toda essa preocupação com o enredo tem uma aplicação com o gameplay de RDR2, que vai além de disparar contra xerifes e demais desafetos. O jogador precisa desenvolver habilidades de caça e comércio para garantir as necessidades da gangue. No primeiro Redemption o jogador também precisa caçar e pode vender peles e cortes para obter dinheiro para investir em armas, cavalos e munições.

Outro recurso herdado do antecessor e, que por sua vez é oriundo de GTA, são diferentes jogos paralelos. Morgan pode se sentar em mesas de poker ou demais modalidades de jogos de azar. São conteúdos que podem render alguns trocados ao protagonista. Mas a principal motivação é envolver o jogador dentro da história do personagem.

Gráficos

Visualmente os games de mundo aberto da Rockstar evoluíram drasticamente nos últimos 10 anos. GTA IV representou um salto qualitativo que foi se refinando em RDR e GTA V. Agora, a qualidade impressiona pelo nível de detalhamento e pela dimensão do game. Graças a robustez do motor gráfico RAGE (Rockstar Advanced Game Engine) lançado em 2006.

No entanto, toda essa riqueza não vem de graça. O game exige nada menos de 100 GB de espaço de armazenamento nos discos rígidos de PS4 e Xbox One. O resultado são imagens cinematográficas que prometem extrair até a última gota dos consoles. Para obter um resultado ainda impactante é fundamental investir num PS4 Plus ou no Xbox One X, além de ter uma TV com resolução 4K.

Dimensão

Quando foi lançado em 2010, Red Dead Redemption chamou atenção pelo tamanho de seu mapa. A cartografia reproduzia relevos e climas dos estados do Arizona, Novo México e Texas, além de um pedaço do norte do México. Agora, o game tem um mapa ainda maior. A julgar pelos cenários pantanosos e montanhosos também se alastra para regiões da Luisiana e até o Wyoming. Ou seja, é um mapa gigantesco apinhado de missões paralelas, pequenos desafios e itens escondidos, que somados à campanha principal irão demandar dezenas de horas até os créditos.

Veredito

Com preços partindo de R$ 250, Red Dead Redemption 2 é o tipo de game que irá te afastar do convívio social e demais jogos de sua coleção. Foi assim com todos episódios de GTA, assim como o primeiro RDR. Para dias em que é preciso se abstrair da realidade, nada como brincar de bandido e mocinho, onde ninguém se machuca de verdade!

Leia Também

Curtiu? Então compartilhe este post!