Borderlands 3 é legal, mas repetitivo

Games violentos de tiro estão no mercado há quase 30 anos. Desde o lançamento de Wolfenstein 3D, em 1992, e posteriormente Doom, os games tiro consolidaram um gênero que não se abala pelas inovações da indústria. E a cada ano surgem novas franquias que vão cavando seu espaço, como Borderlands, que chegou este ano ao seu terceiro episódio, com um ar de déjà vu.

Borderlands 3 mais uma vez repete seus elementos, que fizeram a série da Gearbox entrar para o panteão das grandes franquias de tiro. Sarcasmo, humor ácido e violência extrema atenuados por um visual cartunesco, que no meio gamer é conhecido como Cel Shading. 

O game causou reações dos mais religiosos, uma vez que a capa do jogo faz uma representação do Sagrado Coração, mas decorado com armas, o famoso personagem Psicótico e uma granada no lugar do coração do Cristo. Além disso, ele peca por ser repetitivo. Jogá-lo ou optar pelos dois episódios anteriores será praticamente a mesma experiência de jogo.

A história do game se passa mais uma vez no planeta Pandora que, depois de ter seus recursos esgotados pelas grandes corporações bélicas, se tornou um planeta prisão. E a galera que lá ficou formou gangues e seitas sanguinárias que acreditam que há tesouros deixados por uma civilização antiga em abrigos subterrâneos. E no meio de toda essa lama, encontra-se o jogador.

Déjà vu

Mais uma vez o jogador pode optar por quatro personagens. Cada um tem sua habilidade e tipo de armamento com maior poder de fogo. O jogador também pode jogar sozinho ou em equipe. Nesse caso, vale a regra básica de jogar com pessoas que você conhece, pois é possível combinar estratégias e trocar itens numa boa. Jogar com um doidão estranho pode ser uma grande amolação.

As principais características de jogabilidade foram mantidas. Em “Borderlands 3”, o jogador tem uma missão principal e outras tantas paralelas. As paralelas garantem itens e pontuações que tornam o personagem mais poderoso. Pontos de experiência podem ser gastos numa grande variedade de habilidades. Trata-se do padrão habitual de qualquer game de tiro com dinâmica de Action RPG. 

Mercadinho

As conhecidas máquinas automáticas de vendas estão lá. Mas ao invés de refrigerantes e salgadinhos, elas oferecem armas, munições, explosivos, curativos, escudos e outras quinquilharias úteis para sua guerra particular.

No entanto, não convém comprar armas de forma desenfreada. Assim como nos episódios anteriores o jogador de depara com uma infinidade de opções durante o jogo. Há trabucos em baús e nos cadáveres dos inimigos. Mas se vale uma dica, opte pelas armas de selo roxo. São as mais poderosas e tenha sempre uma de cada tipo de munição: pistola, fuzil, escopeta, rifle de precisão e lança foguetes. Carregar cinco metralhadoras e ficar sem munição é garantia de encontrar a divindade do jogo.

Microtransação

“Borderlands 3” recorre ao varejo de quinquilharias cosméticas. No game, o jogador pode mudar as cores das roupas dos personagens, assim como comprar novas cabeças. Máscaras, chapéus, capacetes podem ser adquiridos para dar mais personalidade ao personagem, mas sem ganhos de performance.

Veículos

Um ponto negativo do game é a pilotagem de veículos em joystick. O game subverte a lógica de controle de carros em games. ao invés de acelerar e frear com os gatilhos, ele transfere para o direcional analógico esquerdo, que geralmente é o volante em qualquer jogo que tenha um veículo para ser dirigido. Mas a justificativa se faz pela necessidade de colocar os gatilhos para acionar metralhadoras e mísseis. Mas não cola. pilotar em Borderlands 3 é uma experiência irritante.

Palavra final

Borderlands 3 é um excelente game para quem busca uma campanha longa e com opção de jogar com outros participantes. A história é engraçada e os combates são intensos. No entanto, o game caiu no pecado de vários outros shooters que não conseguem trazer inovações. Mas pelo menos, o game não piorou. Mesmo assim, a recomendação é esperar ele baratear, pois o preço acima dos R$ 200 não é um bom negócio, para quem pode comprar os episódios anteriores com preços bem mais interessantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.