Review – Jogamos R-Type Dimensions

Compartilhe esse conteúdo

GAMECOIN - RTYPE2

Marcelo Iglesias

Quem teve um Master System provavelmente deve ter jogado R-Type. Aquele joguinho de  nave, terrivelmente difícil, que nos fazia querer bater com a cabeça na parede sempre que se morria, ainda na segunda fase. Aposto um pão com ovo com quem consegue zerar o game sem usar o código de invencibilidade. Pois é a Irem e Tozai Games acabam de reeditar o jogo em uma versão em alta definição para Xbox 360 e PlayStation 3. Vendido por R$ 20,99, nas redes PSN e Xbox Live, o game, intitulado R-Type Dimensions ainda conta com R-Type II, que foi lançado para Super Nintendo como Super R-Type.

GAMECOIN - RTYPE1

Originalmente, os jogos foram publicados para fliperama e depois distribuídos nos consoles. A versão moderna chega com algumas facilidades para atrair o interesse dos jogadores atuais. Uma delas é o modo “infinite”, em que o jogador tem vidas infinitas, se algo atingir a nave, no instante seguinte ela reaparece.

Bom, nesse modo o grande desafio é fechar cada um dos oito estágios com o mínimo de vidas usadas. Aliás, há um placar com o número vezes que o jogador morreu em cada fase e quanto maior, menor o desempenho no ranking. Nesse modo, não se leva mais que 30 minutos para chegar ao final. Mas o desafio mesmo é jogar com as vidas limitadas, em que passar do primeiro estágio exige praticamente um treinamento Jedi.

GAMECOIN - RTYPE3

A jogabilidade é praticamente a mesma dos títulos originais, com direito ao carregamento do canhão, com um estágio em R-Type e dois estágios em R-Type II. Uma novidade é a tecla “slow”, que coloca o jogo em câmera lenta. O recurso não tem limite de uso e é um auxilio para tentar fugir da chuva de tiros e inimigos que pipocam na tela.

Gráficos de R-Type Dimensions

Graficamente, R-Type Dimensions é um game bonito de se ver. Os gráficos em alta definição permitem ver detalhes da nave e até mesmo o acionamento dos foguetes de frenagem. Isso mesmo, no vácuo a única maneira de desacelerar é aplicando uma força contrária. Um detalhe interessante é que no modo 2D é possível habilitar os gráficos originais. É impressionante comparar como os produtores reproduziram os detalhes dos títulos originais. Há também um modo tridimensional é que se enxerga os cenário em perspectiva, mas o legal mesmo é a boa e velha imagem chapada.

R-Type Dimensions é um game que nos permite compreender como a maneira de jogar videogame mudou. Há 20 anos, o negócio era se matar durante meses para conseguir em uma hora fazer uma campanha perfeita. Hoje os games em geral são enormes, com vidas infinitas, regeneração de energia e a garantia de que se chega ao fim a qualquer hora.


Compartilhe esse conteúdo

2 thoughts on “Review – Jogamos R-Type Dimensions

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.