Games AAA sofrem com inflação dos custos de desenvolvimento

Redação GameCoin

Se a inflação anda tirando o sono do brasileiro, na indústria de games os crescentes custos de produção também têm feito muitos executivos arrancarem os cabelos. Em entrevista ao site Glixel, o presidente da Epic Games, Tim Sweeney, compara a elevação dos orçamentos nos últimos 10 anos, como um fator que tem desestimulado estúdios a tocar empreitadas de grande porte na atual geração.

Segundo o executivo, quando a Epic desenvolveu o primeiro episódio de Gears of Wars, em 2006, o custo total do game foi de US$ 12 milhões, e o lucro obtido fora de US$ 100 milhões. Por outro lado, em 2013, quando o estúdio produziu Gears of War: Judgment (foto abaixo), os gastos subiram para US$ 60 milhões e o faturamento do título estacionou nos mesmos US$ 100 milhões.

Uma das razões para o substancial crescimento do custo está vinculado à sofisticação das produções, enquanto o faturamento estabilizado se dá pela massa inércia da massa de consoles nas residências. “Percebemos que nesta geração do PS4 e Xbox One os custos para desenvolver um game Triplo A (AAA) iriam duplicar, ao mesmo tempo que o número de aparelhos nos lares não iria acompanhar esse movimento”, observa Sweeney.

Atualmente, a franquia Gears of Wars pertence a Microsoft. A gigante terceirizou a produção de GW4 para o estúdio The Coalition e não informa quanto foi gasto no desenvolvimento do game que tem versões para Xbox One e PC.

[bws_related_posts]