Especial Star Wars – Sete games para sete filmes

GAMECOINSWLOGO

Marcelo Iglesias

Para marcar o lançamento de “Star Wars: O Despertar da Força” (hoje 17 de dezembro), o sétimo episódio da saga, selecionamos sete games sobre o universo criado por George Lucas, que ajudaram a alimentar e ampliar a idolatria da série de filmes que desde 1977 não para de multiplicar fãs por todo mundo. Confira!




Super Star Wars: The Empire Strikes Back (Super NES)

GAMECOIN - STAR WARS01

O segundo game da saga publicado para Super Nintendo seguia os mesmos moldes de Super Star Wars, com belos gráficos e ritmo intenso. No game, o jogador mantém o controle de Luke Skywalker. A campanha começa com o herói lutando no gelado planeta Hoth, primeiramente se safando das criaturas locais e na sequencia pilotando um Speeder e enfrentando os colossais AT-ATs. Um detalhe interessante é que algumas fases exigem personagens diferentes como Han Solo ou Chewe.

Super Star Wars: Return of Jedi (Super NES)

GAMECOIN - STAR WARS02

Com os dois primeiros filmes da trilogia original convertidos para o SNES, a publicação da adaptação de “O Retorno de Jedi” era pedra cantada. O game chegou em 1994 com avanços significativos em relação ao anterior, tanto na jogabilidade quanto nos gráficos. Fiel à narrativa,  Super Star Wars Return of Jedi tem início com o jogador comandando a princesa Leia no resgate de Han Solo em Tatooine. O game incluiu novos elementos como barra de energia da Força, quando se joga com Luke, assim como moedas coletáveis que garantem vidas extras ao completar 100 unidades. Além da variedade de armas para os personagens, o filho de Anakin também aprende diversos tipos de golpes e combinações de comandos para poder derrotar o Imperador.

Star Wars: Knights of the Old Republic (PC)

GAMECOIN - STAR WARS03

O RPG de ação da BioWare chegou em meados dos anos 2000 e se passa 19 mil anos antes dos acontecimentos da trilogia original, na chamada República Velha, num momento em que jedis e siths travavam uma luta pelo destino da República Galática. Como se deve esperar de um RPG respeitável, o jogador cria seu personagem e seu comportamento irá definir para qual lado da Força ele irá bandear. Além do protagonista, o jogador também tem auxílio de vários outros personagens que atuam de maneira cooperativa no desenrolar da trama. A jogabilidade é intuitiva e há vários tutoriais que auxiliam nas ações complementares e nos combates em turnos. Mesmo sem Darth Vader e os demais personagens, o Star Wars: Knights of the Old Republic é uma obra prima.

Star Wars: TIE Fighter (PC)

GAMECOIN - STAR WARS04

Depois de Star Wars: X-Wing a LucasArts dedicou a publicar uma versão de seu simulador a serviço do Império Galático, em 1994. O game foi desenvolvido com o mesmo motor gráfico de  X-Wing, mas com consideráveis melhorias gráficas. Complexo, com dezenas de comandos espalhados pelo teclado do PC, o jogador participava de batalhas à bordo de naves como TIE Fighter, TIE Bomber, TIE Advanced e até mesmo a poderosa TIE Interceptor, pilotada por Vader em “Uma Nova Esperança”. Com gráficos vetorizados, o título oferecia ótima mobilidade das da naves. Bons tempos!

Star Wars: The Empire at War (PC)

GAMECOIN - STAR WARS05

Lançado em 2006 pela Electronic Arts e com o aval da LucasArts, The Empire at War levava o universo de Star Wars para um game de estratégia em tempo real (RTS). O jogador assumia o controle da Aliança Rebelde e precisa concluir missões pré-determinadas, expandir territórios, construir estações espaciais, ampliar frota de naves dentre outras tarefas para tomar a galáxia do Império. O game tinha um recurso muito legal que era o modo de visão cinemática das batalhas, que originalmente são apresentadas de forma isométrica. Como era comum nos RTS da época, personagem da trilogia original faziam as vezes dos campões e podiam ser recrutados para batalhas dentro dos planetas.

Star Wars: The Force Unleashed (PS3/X360)

GAMECOIN - STAR WARS06

Seguindo a tendência dos games de pancadaria seguidores de Devil May Cry e God of War, The Force Unleashed é especial não só por estrear as tecnologias Euphoria e DMM que reproduziam as dinâmicas da física com perfeição, mas por permitir que o jogador assumir, nem que fosse rapidamente, o controle de Darth Vader dilacerando wookies. O game é protagonizado por Starkiller, pupilo de Vader que tem como missão aniquilar os jedis remanescentes após a ascensão do Império. Com ótimos gráficos, diversos poderes e combinações de golpes, o game é frenético e mostra que ser um sith é muito legal principalmente quando se usa a Força para derrubar um destroyer.

LEGO Star Wars: The Video Game (PS2)

GAMECOIN - STAR WARS07

Não se pode pensar em Star Wars sem sua interpretação em blocos de montar. O game foi precursor da geração de jogos desenvolvidos pela TT Games. Publicado em 2005, o game reproduzia os três primeiros episódios, em ordem cronológica: “Ameaça Fantasma”, “Ataque dos Clones” e “A Vingança dos Sith”. Com gráficos simpáticos e bem acabados, o jogador passeava pelas principais cenas dos longa-metragens, além de permitir a combinações de personagens.

[bws_related_posts]