Mobile: Games de Mega Drive engrossam acervo no iPhone e aparelhos Android

Curtiu? Então compartilhe este post!

Marcelo “Jabulas” Iglesias | Redação GameCoin – A indústria do entretenimento se diferencia de outras vertentes pela capacidade de “reciclar” produtos e tecnologias. Quando o CD chegou o vinil caiu em ostracismo, há poucos anos as bonachonas voltaram a cena e hoje são vendidos a peso de ouro, assim com as antigas picapes e módulos “válvulados”. Gibis, cartões e figurinhas também valorizam com o tempo. Filmes e músicas também são atemporais e tendem a se valorizar com a idade. No mercado de games a tendência tem repetido esse processo. Desde o ano passado surgiu um movimento de relançamentos de consoles antigos. Quem acompanha o GameCoin já deve ter lido bastante coisa sobre NES Classic Edition, Mega Drive, Atari e mais recentemente o Super Nintendo Classic Edition, que chegará em breve ao mercado.

Mas não foi só agora que a indústria acordou para seus antigos. Há cerca de 15 anos, a indústria tem reeditados jogos de gerações passadas para consoles contemporâneos. Desde a geração do PS2 já era possível encontrar títulos veteranos de fliperama como Metal Slug, King of Fighters ou Street Fighter II, passando por 1942, P.O.W, e outros. Com a chegada da geração de PS3, Xbox 360 e Wii, muitos títulos foram incorporados aos catálogos digitais. A Nintendo lançou o Virtual Console que permitiu a aquisição de antigos jogos do NES e Super NES, como Super Mario Bros e por aí vai.

Muitos games também migraram para os smartphones a partir da década de 2010, muito devido a uma corrente iniciada pelos tablets como iPad que tiveram boom há cerca de sete anos. Mas oficialmente, muitos estúdios hesitaram a colocar seus títulos em formato mobile. Apesar de Namco tem disponibilizado Pac-Man há mais de 10 anos para celulares (daqueles que ainda tinham teclado), muitos estúdios seguraram suas produções para não competirem com as reedições para consoles.

Mega Drive

A Sega demorou para entrar no mercado mobile. No entanto,  lançou em junho uma série games do Mega Drive para dispositivos móveis iOS e Android totalmente grátis. Sonic: The Hedgehog, Kid Chameleon, Altered Beast, Comix Zone e até mesmo o RPG Phantasy Star II. Os joguinhos estão disponíveis para download nas lojas App Store e Google Play e não pesam na memória, exigindo em média 60 MB de armazenamento.

Por serem gratuitos, o jogador tem algumas limitações, como o salvamento apenas com conexão de internet aberta. A exigência de conexão se dá pelo fato de o jogador ter que assistir a um comercial apresentado rotineiramente. Quem quiser ficar livre das publicidades pode optar pelas versões pagas e com preços que giram na casa dos R$ 6.

Como todo game para telefone, os comandos virtuais são posicionados nas extremidades inferiores da tela. Bastam os polegares para comandar os bonequinhos. Com exceção de Sonic, que tem apenas um único botão para salto, os demais emulam os três botões de comando do joystick do Mega Drive. A jogabilidade é boa, mas aparelhos com telas grandes, como o Galaxy S8 ou iPhone 7 tornam o game mais confortáveis. Modelos grandões, como o S8+ e iPhone 7 Plus são perfeitos e não comprometem a visibilidade.

Visualmente, os games trazem os gráficos originais. E como a tela é pequena, as limitações gráficas da geração 16 bits desaparecem. Para quem curtiu games do Mega Drive na década de 1990, rodar os games no telefone é uma experiência saudosista.

Crazy Taxi

Semanas antes da chegada dos títulos do Mega Drive, a Sega tinha publicado o clássico Crazy Taxi para iOS gratuito. O game que ficou famoso nos fliperamas e também no DreamCast coloca o jogador à bordo de um taxi e o objetivo do game é levar os passageiros aos seus destinos da forma mais rápida possível.

O jogo oferece gráficos bons e a jogabilidade é simples. Os comandos na tela podem incomodar um pouco ainda mais pela falta da sensibilidade, mas mesmo assim é uma boa maneira de matar a saudade do game que fez muita gente torrar fichas e mais fichas nas casas de jogos.

Leia Também

Curtiu? Então compartilhe este post!

Os comentários estão fechados.