Battlefield V é lançado ao preço de R$ 210 para PC, PS4 e Xbox One

Curtiu? Então compartilhe este post!

Marcelo Jabulas | Redação GameCoin – A história é contada pelos vencedores. Essa máxima tem sido repetida desde o dia em que o Homem resolveu registrar seus passos. Os livros sobre a Segunda Guerra, por exemplo, valorizam momentos épicos, como o Dia D (data inicial da Operação Overlord), em 6 de junho de 1944, com o desembarque das tropas aliadas na praia de Omaha na Normandia, marcando o início da derrocada nazista.

O Dia D virou livro, filme e game. Mas durante os seis anos da guerra que devastou Europa, Norte da África e Japão, muitos outros momentos não tiveram a devida atenção. Não interessavam aos vitoriosos. Battlefield V chega para colocar uma luz sobre cenas do teatro de guerra que não tiveram o devido reconhecimento.

Retalhos

O game, apesar de não esconder seu foco no multiplayer, manteve a campanha solo. Esta é dividida em pequenas campanhas distintas, que ocorrem em palcos diferentes da guerra, como Noruega e França. Estas histórias exploram grupamentos, grupos de resistência e demais personagens que viveram os horrores da guerra.

A divisão do game em momentos específicos da guerra também serve ao jogador modalidades de gameplay diversificados. Há missões em que a tônica é fogo cruzado incessante, com o jogador tendo que se dedicar à agilidade em combate.

Por outro lado, há operações que demandam uma postura furtiva, sabotagem e demais ações em que o silêncio é mais importante que a velocidade no gatilho.

Licença poética

O primeiro trailer do game gerou polêmica ao colocar uma mulher combatente numa cena de ação. Muita gente protestou, alegando que mulheres não tinham sido convocadas para o front.

Isso pode até ter ocorrido no exército norte-americano, que tomou a história da guerra para si, mas fato é que diversos exércitos tiveram mulheres nos regimentos. Um exemplo clássico é a major Lyudmila Pavlichenko, até hoje a maior atiradora de todos os tempos, com 309 mortes confirmadas.

No game, há muitas personagens mulheres. A maioria integrantes de grupos de resistência. Toda a trama é desenvolvida num roteiro que faz com que o jogador mergulhe na vida desses personagens. No entanto, desde o polêmico trailer, os produtores de Battlefield V deixaram claro que se inspiraram nas histórias, e não quiseram fazer um retrato fiel das batalhas.

Gráficos

Visualmente, Battlefield V promete uma experiência vibrante. Nos testes de versões beta foi possível conferir o alto nível da produção compartilhada entre a Dice e a Criterion Games, e como o motor gráfico Frostbite Engine segue como um dos mais sofisticados da atualidade. Efeitos de luz, sombras, água, fumaça. Tudo isso somado a uma impecável sonoplastia que faz da grande tragédia da humanidade um caloroso espetáculo.

Leia Também

Curtiu? Então compartilhe este post!