Top Jogos PS3 – Far Cry 3: Blood Dragon

GAMECOIN - TOP JOGOS PS3 1

Marcelo Iglesias

Neon, sintetizadores, frases clichês, VHS, raio laser, cyborgs e explosões são a síntese dos anos 1980 e sua visão cafona e devastadora do mundo pós apocalipse nuclear. E a melhor combinação de todos esses elementos está em Far Cry 3: Blood Dragon, lançado em 2013 para PC, PlayStation 3 e Xbox 360. O game, desenvolvido pelos estúdios Ubisoft Montreal e Ubisoft Shangai, é praticamente uma versão reeditada do título original, mas com mapas encurtados e lista de objetivos simplificada. Mesmo assim, trata-se de um FPS como outro qualquer, só que ambientado na visão oitentista de como seria o ano de 2007. Testamos a versão para PlayStation 3 e chamou atenção pela sua proposta divertida e irresponsável como o cinema dos anos 1980. Por esse motivo, ele entrou na nossa lista Top Jogos PS3.

O título pega como gancho, para construir sua narrativa, fragmentos de roteiros de filmes de ficção e ação produzidos nos anos 80: O Exterminador do Futuro, O Predador, Soldado Universal, Robocop e até mesmo o tenebroso Keruak, o Exterminador de Aço (Esse era simplesmente horroroso). Logo de início, o jogador, que viveu naquela época, vai perceber que o discurso lembra a série protagonizada por Arnold Schwarzenegger, com direito a destruição da humanidade, pessoas carbonizadas no parque, máquinas assassinas e todo o blá-blá-blá da saga de John Connor contra o famigerado T-101.

GAMECOIN - TOP JOGOS PS3 4

Até mesmo as armas são inspiradas nos ícones dos enlatados de Hollywood. A pistola foi herdada de Robocop. Tanto que, no glossário do jogo, sua descrição explica que foi uma arma criada para homenagear um policial de Detroit massacrado por gangsters locais. Olha o Murphy aí! Já a escopeta tem recarga por alavanca, como um winchester. Só faltou o protagonista dizer: “Eu quero suas botas, roupas e moto”.

GAMECOIN - TOP JOGOS PS3

Os primeiros instantes de jogo são uma clara homenagem a O Predador, com direito a um voo de helicóptero embalado por Long Tall Sally, de Little Richard. Daí em diante, a cuíca canta maravilhosamente. A jogabilidade, comandos e menus são todos aproveitados de Far Cry 3, o que é ótimo para quem jogou o título original. O protagonista, o sargento Rex “Power” Colt, foi dilacerado em combate. Mas como era um soldado barra braba, os militares da resistência conseguiram reanimá-lo e reconstruir parte do seu corpo com membros robóticos. Rex Colt virou o capeta e foi lançado em uma missão suicida para derrubar o general líder do exército cyborg. Para dar voz e espirito ao personagem, o ator Michael Biehn (O Exterminador do Futuro e Aliens: o Resgate) foi escalado para a produção.

GAMECOIN - TOP JOGOS PS3 2

Os gráficos têm cores carregadas, que fogem ao visual equilibrado de Far Cry 3. Mas a intenção é essa mesmo. No entanto, oferecem o mesmo nível de qualidade e refinamento do game que serviu de base para a produção. O deixa a desejar é que tudo sempre muito escuro, com um seu roxo, que lembra o céu artificial de Highlander 2.

Apesar de o início linear, o título oferece missões secundárias e exploração pelo mapa, que tem um terço do oferecido no game original. A campanha tem duração mediana, o que pode deixar o jogador um pouco frustrado no final. Mesmo assim, “Blood Dragon” é uma ótima aquisição, que pode ser encontrado tanto em disco, na trilogia que inclui Far Cry 2 e Far Cry 3 (PS3) ou baixado nas redes Steam, PSN e Xbox Live. Genial!!!

[bws_related_posts]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.