Sébastien Loeb engrossa lista de games assinados por pilotos

GAMECOIN LOEB EVO

Marcelo Iglesias | Redação GameCoin

O piloto francês de rali Sébastien Loeb acaba de estrear seu game de corridas, batizado de “Sébastien Loeb Rally Evo”, da italiana Milestone, com versões para PC, PS4 e Xbox One. O game é basicamente uma sequência de “WRC 4: FIA World Rally Championship”, franquia que passou a ser conduzida pelo estúdio Kylotonn. Com 58 modelos que fizeram história nas competições de rali, o titulo tem belos gráficos, boa jogabilidade e reprodução de física superior ao de “WRC 4”. Mas Loeb não é primeiro e certamente não será o último piloto a emprestar seu nome a um game.

GAMECOIN LOEB EVO2

Confira outras lendas do volante que também brilharam nos joysticks e teclados:

Mario Andretti’s Racing Challenge (1991)

GAMECOIN - MARIO ANDRETTI

O lendário piloto norte-americano assinou um game de corridas para PC. Com gráficos poligonais e paleta de 256 cores era um game que focava na simulação como um subterfúgio à limitação técnica. No game, o jogador precisa trilhar a carreira de piloto partindo das categorias de base. Atualmente pode ser encontrado em sites de abandoware e pode ser executado com emuladores como DOS Box. Posteriormente o game recebeu edições para consoles.

Ayrton Senna’s Super Monaco GP II (1992)

GAMECOIN - SUPER MONACO II

O maior piloto de Fórmula 1 de todos os tempos assinou o segundo episódio da franquia da Sega para Mega Drive. O game trazia poucas novidades em relação ao primeiro “Super Monaco”, mas só o fato de ter Senna estampado na etiqueta do cartucho foi o suficiente para o game se tornar um clássico. Senna também é protagonista de “Gran Turismo 6”, publicado no final de 2013 e que fazia parte das homenagens aos 20 anos de sua morte em 2014. No game exclusivo para PS3, era possível guiar os modelos do início da carreira do piloto como o lendário Lotus 98t.

Aguri Suzuki F-1 Super Driving (1992)

GAMECOIN - AGURI SUKUKI

O japonês passou longe de ser uma lenda do automobilismo, mas para seus compatriotas sua presença na Fórmula 1 era o mais que suficiente para lhe agraciar com um game para Super Famicom (versão nipônica do Super Nintendo). Trata-se de um jogo bem produzido e com uma preocupação com a reprodução física. Ao contrário de “Super Monaco” a visão era em de fora do cockpit.

Nigel Mansell’s World Championship Racing (1992)

GAMECOIN - NIGEL MANSELL

No final de 1992, o “Leão” estava com a corda toda, campeão do mundo com sua incrível Willians equipada com suspensão ativa, não demorou para o bigodudo ganhar seu próprio game. O título teve versões para incontáveis plataformas desde o Amiga, passando pelo PC, NES, Mega Drive e Super Nintendo. Assim como o game de Senna, o visão era de dentro do cockpit para oferecer mais realismo à brincadeira.

Colin McRae Rally (1998)

GAMECOIN - DIRT 2

O saudoso piloto escocês talvez seja o piloto com o maior número de títulos assinados. A série da Codemasters ganhou repercussão ao colocar o piloto na história. Até o póstumo “Colin McRae: Dirt 2”, de 2009, foram oito games que levaram sua assinatura. Por mais de 10 anos a franquia foi a principal referência em simuladores de rali. O último episódio, oferece ótima reprodução de física, uma grande variedade de categorias que vão além do WRC e tem versões para PC, PS3 e Xbox 360.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.