Review – Thimbleweed Park e a herança de Maniac Mansion

Compartilhe esse conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Marcelo “Jabulas” Iglesias | Redação GameCoin – Ron Gilbert pode não ser o nome mais popular da indústria do entretenimento, mas é um gênio do design de games. Ele e seu colega Gary Winnick foram responsáveis pelo clássico Maniac Mansion, game que fez a LucasArts e o gênero adventure se popularizarem no mercado de jogos para computadores, e retornam 30 anos depois com Thimbleweed Park.

Sucessor espiritual de Maniac Mansion, o novo game da dupla resgata não apenas a jogabilidade no padrão “aponte e clique”, mas toda a concepção estética que fizeram de Maniac uma referência em design, na segunda metade dos ano 1980.

O game coloca o jogador na pele de dois personagens, agentes do FBI, que são destacados para a pequena Thimbleweed Park, para investigar um homicídio. O assassinato é apenas um pano de fundo para um extensa e tresloucada narrativa em busca de provas para achar os culpados pelo crime, que envolve uma fábrica de computadores e demais personagens bizarros. A trama se inspira em seriados de TV como Twin Peaks, misturado com Arquivo X, ao unir um misteriosos homicídio numa cidadezinha de apenas 81.. perdão, 80 moradores e um casal de investigadores.

A busca por provas acontece em um imenso mapa, com os mais variados cenários, que vão desde a cena do crime, num riacho sob uma ponte de uma ferrovia, assim como num cemitério, nas ruas de Thimbleweed Park e edifícios como a delegacia da cidade, parques e até mesmo na beira da estrada. Tudo isso cria um ambiente de investigação e ao mesmo tempo repleto de sarcasmo.

O game é cheio de piadas, gírias e menções aos antigos games do estilo adventure. Uma pena não ter legendas em português, pois muitas piadas perdem o sentido numa tradução literal ou naquela leitura dinâmica diante das legendas em inglês.

Herança de Maniac Mansion

Graficamente, o game segue fiel ao padrão estético de Maniac Mansion, com personagens de cabeça enorme. Em 1987, os cabeções eram necessários para definir as feições dos inúmeros personagens, numa época em que as limitações gráficas não permitiam realismo. No entanto, o estilo foi preservado, assim como as imagens “pixalizadas”.

Referências ao game estão por toda parte, inclusive numa das fases em que o jogador assume o comando de Delores, num flashback. Nesse estágio, o jogador circula por pela mansão do jogo original, com direito a diversas salas como a cozinha e a biblioteca, que incluem os mesmos itens coletáveis e de intereção. tudo isso cria um ambiente de curiosidade para quem jogou Maniac Mansion e não deixa de ser um convite para quem nunca jogou.

Por se tratar de um adventure, o jogador controla os personagens usando uma seta e um menu de ações. O jogador precisa colher objetos, conversar com os personagens para avançar na campanha até chegar à conclusão do game.

Sandy e Dave

Quem jogou Maniac Mansion sabe muito bem que toda a trama envolve, além do doutor Edson e os tentáculos extraterrestres os personagens Sandy e Dave. Sandy é garota mantida em cativeiro para que o cientista remova o seu cérebro. Já Dave é o namorado da moça e que escala outros dois amigos para resgatar a gatinha na mansão. Em Thimbleweed Park o casal faz uma ponta. Eles trabalham numa lanchonete onde Sandy é a balconista e Dave é responsável pela chapa de hambúrgueres. Depois de um trauma tão grande no passado, até que os dois superaram bem. Não é mesmo?

Tutorial

Nem todo mundo é habituado com a dinâmica de  um adventure, ainda mais a rapaziada jovem que nasceu depois da virada do milênio, quando o gênero praticamente desapareceu. E para familiarizar quem não manja dos “paranauês” de um adventure, os produtores incluíram um rápido tutorial onde se aprende a lidar com os comandos e os itens do inventário.

Thimbleweed Park é um game inteligente e remete aos anos de ouro da LucasArts, com seus games para gente grande. Disponível para Windows e Mac, seu preço é R$ 37. A Terrible Toybox, anunciou que até julho, o game ganhará edições para PS4 e Xbox One.

Mini ficha GameCoin:
Thimbleweed Park

Estilo: Adventure
Estúdio: Terrible Toybox
Distribuidora: Terrible Toybox
Modo On-line: Não
Idioma: Áudio, legendas e menus em inglês
Disponível: PC e Mac
Preço: R$ 37

E quanto vale o show? 4 moedinhas (muito bom)
Enredo:
 4
Gráficos: 4
Jogabilidade: 4
Desafio: 4
Custo/Benefício: 5

Tabela GameCoin de classificação
5 moedinhas:
Excelente
4 moedinhas: Muito bom
3 moedinhas: Bom
2 moedinhas: Ruim
1 moedinha: Péssimo

[sbscrbr_form]

[bws_related_posts]


Compartilhe esse conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.