Cinco games de fliperama imperdíveis!

gamecoin-fliperama

Marcelo Iglesias | Redação GameCoin

Quem nunca se deixou hipnotizar por uma máquina de fliperama? Até mesmo nos dias de hoje em que os consoles e computadores superaram as máquinas arcade em quesitos gráficos, técnicos e de jogabilidade, uma máquina de fliper tem o seu lugar. Nunca é demais carregar um cartão magnético, naqueles oásis infantis nos shoppings. Em alguns mercados como o Japão ainda há uma cultura das casas de jogos e muitas empresas ainda disponibilizam games para fliperamas, como a Capcom e Namco.

Por aqui, as máquinas que pipocavam nos botequins foram se deteriorando e as que sobreviveram resistem em shoppings ou parques de diversões. E para quem quer matar as saudades, ou também que ter uma noção de como foram os anos dourados dos fliperamas, selecionamos cinco games clássicos, que faziam a molecada sonhar em criar maneiras de fabricar suas próprias fichas.

Operation Wolf

gamecoin-fliperama-operation-wolf

Publicado pela Taito em 1987, Operation Wolf fazia uma ode aos filmes de guerra norte-americanos como “Bradock” e “Rambo”. Com uma metralhadora Uzi montada diante da tela, o jogador precisa disparar contra os inimigos que brotavam na selva, num clássico cenário vietnamita que fazia a caricatura dos inimigos do Tio Sam. Ideologias à parte, a produção da Taito estimulou diversos outros games com controles óticos como Lethal Enforcers e Steel Gunner. Se o amigo se deparar com uma máquina de fliperama com uma Uzi, será sua chance de bancar o Chuck Norris!

gamecoin-fliperama-operation-wolf-2

G-Lock Air Battle

gamecoin-fliperama-gloc-1

Um dos jogos mais legais já criados para fliperamas, G-Loc era um equipamento extravagante. A máquina continha uma cabine que simulava o cockpit de um F-14 Tomcat, com direito a manche, vibração e alto-falantes próximos da cabeça. Neste jogo de 1990, a missão era destruir tudo que aparecia pelo caminho, mas com sutilezas da aviação, que incluíam administrar munição, travar mira e até viver momentos acrobáticos como aqueles pilotos doidos do Red Bull Air Race. Caso uma surja diante da sua cara, a dica é a mesma, sente-se diante do manche e torne-se um Top Gun.

gamecoin-fliperama-gloc-2

Daytona USA

gamecoin-fliperama-daytona-usa-1

Este é um dos games mais jovens da seleção, lançado em 1994. Numa máquina dupla, era possível que até dois jogadores desafiassem a máquina em quatro circuitos que, com exceção de Daytona Speedway, nada têm haver com a Nascar. Mesmo assim, é um game fascinante a ponto de ser uma máquina ainda popular nos poucos estabelecimentos com fliperamas. Graficamente, Daytona USA está longe de ser refinado para os padrões atuais, mas mesmo assim oferece um show de cores, com direito a um Sonic gigante nos placares, dentre outras extravagancias. Bateu vontade? Então dá um pulo no shopping mais próximo da sua casa. Certamente tem uma máquina lá!

gamecoin-fliperama-daytona-usa-2

Cadillacs and Dinousaurs

gamecoin-cadillac-dinosaurs-1

A Capcom se especializou em produzir games de estilo Beat em up (pancadaria) como Captain Commando, Final Fight e The Punisher. Mas Cadillac tinha como ingrediente especial incontáveis dinossauros. A história maluca colocava os jogadores (podiam jogar até três jogadores simultâneos) no encalço de um tirano que aprisionava dinossauros. O game oferecia os mesmos elementos de qualquer produção do gênero como alimentos, armas, tesouros e, claro, chefes grandalhões com barras de energia que pareciam não ter fim. Assim como Daytona USA, Cadillac and Dinossaurs ainda pode ser encontrado com relativa facilidade em estabelecimentos do gênero.

gamecoin-cadillac-dinosaurs-2

Street Fighter II: The World Warrior

GAMECOIN STREET FIGHTER II C

Não se pode listar games de fliperama sem incluir “Street Fighter II”. Um dos games mais populares do mundo chegou ao mercado em 1991 e se tornou uma epidemia em casas de fliperamas, botecos “copo sujo” e qualquer birosca onde havia alguém querendo tomar moedas da molecada. “Street” foi responsável pela febre dos jogos de luta e abriu portas para franquias como Mortal Kombat, Fatal Fury, The King of Fighters e as incontáveis sequencias da série. Parece idiotice querer explicar a obra-prima da Capcom, mas é preciso dar uma rápida pincelada. Assim, com oito jogadores, cada um com suas habilidades e poderes especiais, o jogador deveria vencer todos os outros sete e desafiar outros quatro chefes até chegar aos créditos. Se você nunca jogou Street Fighter II, bem-vindo ao planeta Terra!

GAMECOIN - STREET FIGHTER II BLANKA B

[bws_related_posts]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.