Mega Drive retorna após 30 anos por R$ 400

Marcelo Iglesias | Redação GameCoin

Há algumas semanas, a Tectoy iniciou uma campanha no Facebook, com a publicação de teasers sobre games do Mega Drive, que indicava que o console poderia retornar ao mercado. Em seguida, promoveu uma nova campanha para cadastrar interessados em um lançamento misterioso, que foi confirmado na hoje (31) como uma reedição do Mega Drive em seu formato original, de 1988.

A empresa brasileira ainda tem a licença de comercialização de produtos da Sega, como o Master System, e decidiu colocar o console 16 bits novamente na ativa ao preço de R$ 399 para pré-venda. No entanto, a Tectoy afirma que a edição será limitada e quem quiser matar as saudades do Mega terá que garantir o seu agora, para poder recebê-lo apenas em junho de 2017.

Ao contrário de reedições de consoles antigos como o NES (Nintendinho) e o Atari 2600, que ganharam silhuetas compactas e jogos instalados numa unidade de armazenamento interna, o Mega Drive brasileiro manteve o slot para cartuchos, mas adicionou uma entrada para cartão em formato SD, onde estão gravados 22 games.

A lista inclui clássicos como Alex Kidd in the Enchanted Castle, Altered Beast, Gonden Axe, Kid Chameleon, Sadow Dancer e Sonic 3. Inexplicavelmente a versão original de “Sonic” não figura no cartão de memória da reedição do Mega Drive, o que indica que a Tectoy poderá voltar a comercializar cartuchos ou novos pacotes de cartões demais produções. O console vem acompanhado ainda de um joystick, no formato original (com três botões). No entanto, uma unidade avulsa pode ser adquirida por R$ 49 no site da Tectoy.

Mega Drive na terra da rainha

No Reino Unido, a empresas AtGames anunciou o retorno do Mega Drive ao preço de 50 libras (R$ 193). Assim como a Tectoy, a empresa britânica também detém licença de produção do aparelho e começará a distribuí-lo em novembro. No entanto, a versão da AtGames tem formato compacto e 80 games na memória, além de vir acompanhado com seis joysticks com seis botões.

Pilulas do Mega Drive

O Mega Drive foi apresentado no Japão em outubro de 1988. O console era a resposta da Sega à Nintendo com seu popular NES de 1985. Ele foi o segundo console 16 bits do mercado, ficando atrás apenas do TurboGrafx-16 (lançado pela NEC em 1987, mas sem tanta projeção quanto os consoles da Nintendo e Sega, com um volume de 2,5 milhões unidades vendidas nos Estados Unidos).

O Mega Drive trazia recursos interessantes como opção de fone de ouvido (algo que parece trivial nos dias de hoje, mas que era a forma mais furtiva de se jogar sem ser notado pelos pais há 25 anos), gráficos infinitamente mais refinados que o NES e seus antecessor Master System e uma paleta de cores que enchia os olhos.

No Brasil, o console vinha acompanhado de dois joysticks, além do game Altered Beast, que inclusive ilustrava a caixa do aparelho. Um dos principais sucessos do Mega Drive foi Sonic: The Hedgehog. O porco-espinho velocista chegou em 1991 e fazia um contraponto com o bonachão Super Mario Bros, que acabava de estrear sua quarta aventura no poderoso Super Famicom (SNES). Tratava-se de um game muito rápIdo, com grande fluxo de trocas de quadros e objetos móveis simultâneos. Tudo para mostrar o poder de fogo do console, que até então não tinha sido colocado a toda prova.

[bws_related_posts]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.