Review: Lumberjack’s Dynasty e vida de lenhador

Compartilhe esse conteúdo

Lumberjack

Marcelo Jabulas | @mjabulas – Quando os games para PC começaram a se popularizar na segunda metade dos anos 1980, surgiram incontáveis simuladores de tudo que se podia imaginar. Era game de fazenda, formigueiro, criação de planeta, assim como cirurgia e até fábrica de carros.

Tudo isso era possível pelo fato de programar em computadores era acessível, não demandava prensar jogos em placas e chips, assim como fabricar os invólucros dos cartuchos, além de ter que conseguir a aprovação do projeto junto à proprietária do sistema. Bastava criar e gravar num disquete.

Hoje, quase 40 anos depois, essa pegada segue firme. Há estúdios que se dedicam à criação de simuladores para computadores dos mais diferentes temas, como “Lumberjacks Dynasty”, em que o jogador assume o papel de um lenhador.

Lumberjack

Produzir um game de corte de árvores pode soar contraditório, principalmente no Brasil, onde o corte ilegal de madeira corroi a Amazônia. Mas o game não faz apologia aos madeireiros tupiniquins. Muito pelo contrário, o título é ambientado na América do Norte e segue o modelo legal de extração. Seu personagem só pode cortar a árvore autorizada.

O game

O game, com visão que se alterna entre primeira e terceira pessoa, é bem mais realista e caprichado que os velhos simuladores do passado. É como se o jogador rodasse “Far Cry 5”, mas ao invés de uma metralhadora, uma serra elétrica.

A história do game é bem “Sessão da Tarde”, o jogador recebe o convite para assumir as operações dos negócios do velho tio. Ele desembarca de um ônibus, cumprimenta a tia e já vai se encontrar com o velho.

A historinha pode parecer desnecessária diante da ação do game, mas fato é que o jogador não fica apenas derrubando árvores. Ele se envolve com o desenvolvimento da sociedade local. É o típico bom garoto, sempre voluntarioso.

No início da campanha o jogador pode escolher entre um personagem apto a trabalhos manuais e mais forte, ou outro mais habilidoso na condução dos negócio, mas sem o mesmo vigor físico. Na prática significa que o lenhador “raiz” derruba árvores mais rápido e o personagem com estilo gerencial é melhor na hora de melhorar a estrutura da madeireira.

Lumberjack way of life

O grande lance é que o game tenta demonstrar na prática o processo de quem vive do corte de madeira. O jogador precisa localizar a árvore certa para extração, que são araucárias. Depois de passar a motosserra, é preciso limpar o tronco, desbastando os galhos.

Em seguida é preciso recolher a tora com um braço mecânico e colocar na carreta. Depois é transportar até o ponto de entrega. Tudo isso leva um grande tempo no começo da campanha. Encontrar o local para o corte, posicionar o trator e conduzir o veículo exige treino. Nada impossível.

Derrubar a árvore é o mais fácil. Basta ligar a serra elétrica e depois gritar madeira. O game até nos dá uma dimensão do qual é rápido comer hectares de floresta, como ocorre na Amazônia. Basta puxar a cordinha que dá a partida no motor e deixar que a máquina ceife séculos de trabalho da Mãe Natureza.

Mas o game vai além. O jogador precisa aprimorar o armazém, melhorar o maquinário. Afinal, um dos objetivos é tornar o negócio do tio rentável novamente.

Palavra final

Admito que num primeiro momento deu um certo desconforto em brincar de cortar árvores, num momento em que se desmata florestas em escala apocalíptica. Por outro lado, seria de uma imensa demagogia, uma vez que passamos a vida jogando games em que o objetivo é metralhar seres humanos.

Ele figura nesse campo do experimentalismo que os produtores de games para computadores fazem há quase quatro décadas. Esses simuladores dos mais variados temas que batem de frente com os gêneros rentáveis da indústria, deve ser valorizada, pois vai além do senso comum dos games, que é dar tiro, disputar corridas ou partidas de futebol.

Disponível para Windows, via Steam, por R$ 50.


Compartilhe esse conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.