Retrô – The Adventure of Batman & Robin

Compartilhe esse conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Batman

Marcelo Jabulas | @mjabulas – Recentemente publicamos uma lista com 10 games do Batman que merecem ser jogados. São títulos lançados entre 1989 e 2016 para diferentes consoles, que mostra a evolução dos games do super-herói mascarado, desde o longa-metragem de Tim Burton, estrelado por Michael Keaton, Jack Nicholson e Kim Basinger. O problema é que, na lista, faltaram as edições de “The Adventures of Batman & Robin”, publicadas para Super Nintendo e Mega Drive. Aí a turma ficou brava.

Nos comentários do grupo retroGAMER, no Facebook, muitos confrades questionaram a ausência dos games. E ele estavam certos. Afinal, trata-se de uma das melhores produções sobre o Homem-Morcego. Isto posto, vamos a “The Adventures of Batman & Robin”, para SNES e para Mega Drive.

Batman

Era uma vez…

Desde o lançamento de “Batman: The Video Game”, para NES, a indústria sacou que era possível ficar tão rica como Bruce Wayne vendendo games do Batman. A Sunsoft foi a primeira a surfar na onda, mas não demorou para os demais selos fecharem um acordo com a Warner Bros e a DC Comics.

Em 1992 foi lançado a série animada “Batman: The Animated Series” que pegava embalo no lançamento do longa-metragem “Batman Returns”. A Konami ficou a cargo da produção do game do filme, que é um dos melhores game do morcego.

Batman

No entanto, viu que poderia explorar também o novo seriado. Em 1993 lançou “Batman: The Animated Series” para Game Boy. O game trazia estilo metroidvania, com várias plataformas e escadarias, como na série do caçador de vampiros.

Mas o game para GB trouxe elementos de jogabilidade que foram implementados no novo game para o Super Nintendo. A história do jogo, como de praxe, coloca Batman lutando contra a bandidagem de Gotham City. E mais uma vez, o Coringa é o cara que toca o terror na cidade.

Batman no SNES

Batman

A Konami já tinha feito excelentes “Batman Returns” (1992) para o console da Nintendo. Ela sabia que poderia abusar do Beat ‘em up, mas com elementos de plataforma para mesclar a jogabilidade. Tudo isso faz o game bastante dinâmico. Capacidade de saltar e agarrar em paredes, uso do guincho para sobrepor obstáculos foram tirados do jogo para Game Boy.

O Resultado é um game muito bem produzido e rico de conteúdos. Destaque para a movimentação do personagem, que tem a naturalidade de “Prince of Persia” – título que a Konami adaptou para SNES, em 1992.

Batman

Visualmente “The Adventures of Batman & Robin” conta com estética retirada do desenho animado. Há uma paleta de cores fortes, bem diferente dos títulos inspirados nas produções para o cinema.

No Mega Drive

Batman

A Sega também cresceu o olho no seriado de TV e desenvolveu sua própria versão de “The Adventures of Batman & Robin”. No entanto, trata-se de um game de plataforma convencional.

Basicamente o jogador dispara contra os inimigos durante sua caminhada até o chefe de fase. No boss, é preciso encontrar seu ponto fraco e esquivar de suas investidas. Um ponto interessante é que o jogador pode escolher iniciar sua campanha com Robin ou Batman. Os dois não diferem em desempenho.

Batman

Visualmente, o game é mais limitado. A caracterização dos personagens é menos detalhada que no Super Nintendo. Ou seja, se tiver que escolher entre a versão do SNES e do 16 bits da Sega, aposte no game da Big N.

Batman


Compartilhe esse conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.