GAMECOIN

Oldies: As cabeçadas de Bonk

Compartilhe esse conteúdo

GAMECOIN BONK 2

Marcelo Iglesias

Quem aí já jogou Bonk’s Adventure? Provavelmente pouca gente irá responder que sim. O game da Hudson Soft, publicado em 1990, para o raro TurboGrafx-16 era uma espécie de Wonder Boy ou Joe & Mac mirim. O jogador assumia o papel de um garotinho careca, em plena idade da pedra. Sua missão era atravessar cenários dando cabeçadas em quem aparecesse pela frente.

Colorido e bonitinho, Bonk’s é um daqueles joguinhos inocentes e chegou ao Brasil via importação independente, na época em que locadoras de cartuchos ofereciam consoles para alugar a hora. Mas Bonk’s era um game difícil de se encontrar. E muito se devia ao fato de poucos consumidores e comerciantes terem aderido ao equipamento, numa época em que Mega Drive e Super Nintendo dominavam o cenário de consoles caseiros.

A jogabilidade simples, assim como o objetivo. Bonk usa seu cabeção para derrotar seus inimigos e os dentes para escalar obstáculos que não consegue saltar. Como em qualquer game que trilhou a escola de Mario Bros, o herói também pode ser beneficiado com poderes temporários e itens especiais. Apesar de ser pouco conhecido por aqui, o game fez sucesso no Japão, Europa e Estados Unidos, o que motivou seus distribuidores a lançar versões para Game Boy e NES.

Mais recentemente o título ganhou edição digital para Wii, via Virtual Console e também para PlayStation 3, via PlayStation Network, no entanto, não está disponível no acervo da PSN brasileira. Outra opção é se aventurar no mercado de usados pagar uma fortuna num console e no game original.

[bws_related_posts]


Compartilhe esse conteúdo
Sair da versão mobile