Project CARS 2: Não basta ser multiplataforma, tem que ser acessível

Marcelo “Jabulas” Iglesias | Redação GameCoin – Na semana passada o produtor de Project CARS 2, Stephen Viljoen, esteve no Brasil para promover o game de corrida que chega no dia 22 de setembro para PC, PS4 e Xbox One. Numa apresentação de uma versão de testes que contou até mesmo com a presença publicações automotivas, como a Quatro Rodas, o executivo não escondeu que a Slightly Mad Studios quer tornar sua franquia mais amigável.

O título que concorre Gran Turismo Sport e Forza Motorsport 7 é o único presente nas três plataformas. E por isso mesmo que a empresa quer aproveitar o maior potencial comercial para atingir o maior público possível. Isso porque o primeiro game da série ficou conhecido por ser extremamente difícil, principalmente para jogadores que não utilizam volantes e pedaleiras.

Ser competitivo no joystick ou teclado era uma tarefa árdua. Dava até para ter sucesso jogando no modo carreira, mas em disputas on-line, o acessório de pilotagem era um grande diferencial. No entanto, Viljoen garante Project CARS 2 terá controles mais apurados para quem utiliza joystick. Claro que a jogabilidade ainda terá foco na simulação e que o jogo não tornará um game de corridas Arcade como Need For Speed (foto acima), mas não será tão cruel quanto GTR 2 ou Acetto Corsa.

A Codemasters também já suavizou a jogabilidade de seus games de corrida. ToCA era extremamente difícil de se controlar no joytick, as franquias Race Driver Grid (foto abaixo) e DiRT foram otimizadas para que jogadores que não fossem entusiastas também pudessem ter êxito na experiência.

Simulador por ofício

E existe uma lógica bem clara nisso. Tanto Forza, quanto Gran Turismo são séries nascidas em consoles, e consequentemente projetadas para uso com joystick. Os volantes existem tanto para os aparelhos Sony, quanto para os da Microsoft, mas são acessórios caros, que demandam espaço e nem sempre cabem na sala de TV.

Por sua vez, Project CARS é uma franquia pensada em computadores de alto desempenho, capazes de simular física com precisão e capacidade gráfica superior aos consoles. No entanto, existe uma base de mais de 80 milhões de consoles (60 milhões de PS4 e 26 milhões de Xbox One) distribuídos ao redor do mundo e a Slightly Mad Studios sabe que pode abocanhar um naco desse público.

A primeira edição vendeu, só no PS4, 1,2 milhão de cópias. E com a inclusão de marcas com Porsche e Ferrari, ela sabe que seu desempenho será bem maior. Mas é preciso “amaciar” para não desestimular jogadores que não habitues de simuladores realistas.

Seja como for, Project CARS 2 é uma das grandes promessas para fãs de corridas e é o único que pode piscar os faróis para Gran Turismo e Forza ao mesmo tempo. Que venha 22 de setembro!

Garagem do Jabulas: Tudo sobre carros e jogos de corrida

Confira a Garagem do Jabulas! Criamos um canal em que carros e games de carros se misturam. Se você curte automóveis e games de corrida, a Garagem do Jabulas é o seu canal. Confira!

[sbscrbr_form]

[bws_related_posts]