Oldies: Contra 3 apavora no SNES há quase três décadas

Curtiu? Então compartilhe este post!

Marcelo “Jabulas” Iglesias | Redação GameCoin – Volta e meia me pergunto sobre o sadismo dos produtores de games dos anos 1980 e 1990 e também por que atualmente os games andam tão “água com açúcar”? Não são todos, mas grande parte da produções parecem ser desenvolvidas para deixar o jogado alegre, massagear seu ego. Entre os games incrivelmente difíceis do passado, Contra 3: The Alien Wars é um exemplo clássico.

O game da Konami foi publicado em 1992, mais precisamente no dia 28 de fevereiro, e fez a estreia da franquia no Super Nintendo. O game se passa no século 27. Mais uma vez o planeta Terra é ameaçado por uma invasão alienígena. Cabe aos jogadores conterem a ameaça. O enredo é simplório, mas serve de argumentação para justificar os seres gigantescos que o jogador irã enfrentar durante a campanha.

Dificuldade estrema

Assim como Super Contra e Contra, o game prima pelo nível elevado de dificuldade. Dificuldade está que se mostra no fato de qualquer coisa que toque o personagem, seja um disparo ou o próprio inimigo, lhe rouba uma vida. E assim como os antecessores, o jogador começa a campanha com duas vidas e número limitado de “continues”. Daí finalizar Contra 3 é uma tarefa hercúlea, até mesmo num emulador, fazendo se valer das teclas de salvamento a qualquer momento.

O game evoluiu em jogabilidade. Ao jogador era permitido carregar duas armas, ao invés de apenas uma. Assim como nos demais games da série, capsulas continham tipos de diferentes de disparos, como metralhadora de maior cadência de fogo, lança granadas, escopeta, laser e foguetes teleguiados (que é a melhor arma do jogo e permite que o jogador encontre um local seguro e apenas dispare que que a munição se direciona até o alvo).

O game também oferecia diversos tipos de veículos, que ajudavam a transpor obstáculos com mais facilidade. Estes tanques davam ao jogador uma blindagem temporária à chuva de tiros dos inimigos.

Gráficos de Contra 3

Visualmente o game agrada até mesmo nos dias de hoje. Claro que falta refinamento nos movimentos, uma vez que Contra 3 ainda foi desenhado usando técnica de pixel art com quadros intercalados para dar o efeito de movimento. Os cenários eram bem detalhados e com grande variação de construções e paisagens em cada uma das fases. Um detalhe interessante é que o game tinha fases com visão aérea e contava com efeitos de zoom para explorar as possibilidades do recurso gráfico Mode 7, que era uma grandes facetas do Super Nintendo.

Veredito

Contra 3 é um dos grandes títulos da geração 16 bits e uma das melhores produções para o Super Nintendo. Trata-se de um game difícil que herda de seus antecessores a lógica de dificuldade dos games de fliperama. Chegar aos créditos em Contra 3 demanda dedicação, agilidade e coordenação para se movimentar com velocidade entre a artilharia inimiga.

Além dos SNES, o game também teve edições para Game Boy e Game Boy Advance.

Leia Também

Curtiu? Então compartilhe este post!