Night Trap ReVamped aposta no FMV na nova geração de games

GAMECOIN - NIGHT TRAP

Thiago Augusto

Os anos 90 foram incrivelmente mágicos. Berço de alguns dos melhores jogos de todos os tempos, essa época também foi marcada por diversas experimentações em entretenimento digital. Algumas de grande sucesso e outras nem tanto, mas cada qual com sua enorme contribuição na construção do caminho trilhado pelos games desde seu surgimento.

No emaranhado de experimentações, eis que se encontra o FMV (Full Motion Video). Jogos que recebiam este, digamos, ‘tratamento’ eram praticamente filmes interativos em que o jogador acompanhava uma trama interpretada por atores reais e que exigia comandos e decisões de tempo em tempo para progredir a história. Títulos como Phantasmagoria, Gabriel Knight e Urban Runner fizeram fama e adquiriram status de cult justamente por usarem e abusarem deste recurso e apresentarem histórias intrigantes divertidas e desafiadoras.

Todavia, no emaranhado de títulos em FMV que saíram aos montes nesse período, alguns jogos bizarros (para o bem ou para o mal) também viram a luz do dia. E é aí que se encaixa um título bastante peculiar: Night Trap.

Com uma história simples e aparentemente saída da mente de um autor de filmes slasher para adolescentes, Night Trap conta a história de algumas amigas que se reunem para uma festa do pijama e recebem uma visitinha nada agradável no decorrer da noite. Cabe então ao jogador – com seu acesso a câmeras de segurança da residência e algumas armadilhas pra lá de estranhas – a louvável missão de salvar as donzelas em perigo.

GAMECOIN - NIGHT TRAP 2

O título original foi lançado em 1992 para Sega CD, ganhando posteriormente versões para 3DO e PC. Infelizmente, as versões posteriores não fizeram jus ao título original e, apesar da superioridade gráfica, tiveram todo o conteúdo de violência explícita removido.

Apesar de ser considerado um dos piores jogos já lançados, a sua contribuiçao histórica é de imenso valor. Foi um dos primeiros títulos a fazer plena utilização da tecnologia FMV e, graças à sua temática sanguinolenta, um dos games que tiveram participação decisiva na criação da ESRB.

Eis que agora, 22 anos após o seu lançamento, uma versão remodelada e com direito a alta definição nos espreita. O projeto de remake do game está no Kickstarter em busca de apoio para sua realização. Os responsáveis pedem 330,000 dólares para concluir o game, sendo que boa parte da grana deverá ser empregada no que resta de tratamento e conversão de arquivos de áudio e vídeo originais para os padrões de qualidade atuais além de servir como pagamento de direitos aos detentores dos direitos do jogo.

A campanha de Night Trap ReVamped no Kickstarter termina no dia 9 de setembro e está previsto para seis meses depois de seu desfecho. Os desenvolvedores prometem que, em caso de sucesso, já possuem ideias para uma possível continuação. E aí, vai encarar?

Ficou interessado? Click no link do Kickstarter e conheça mais sobre a produção

[bws_related_posts]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.