Vale a pena assinar redes PS Plus e Xbox Live para comprar jogos?

PSN PLUS

Todo mundo sabe que comprar jogos originais para a atual geração de consoles no Brasil exige muita pesquisa. Bom, por aqui os games sofrem com uma carga tributária que pode superar os 70% do valor original do produto. Basta notar que cada lançamento não sai por menos de R$ 200. Bom, mas é verdade que, com o passar do tempo, a tendência é que os preços dos games despenquem. Tanto que a nossa seção “Game Barato do Dia” sempre busca títulos com valores abaixo dos R$ 50. E uma saída para tentar fugir os valores estratosféricos seriam as assinaturas de serviços exclusivos como a Xbox Live e a PlayStation Plus (PS Plus), que acabou de ser liberada para o público brasileiro.

Cada uma das redes tem suas peculiaridades e serviços distintos. No caso da Live, há opções gratuitas e pagas, sendo que para poder jogar contra outros assinantes é preciso escolher a opção paga. Já a PSN Plus é uma espécie de clube de descontos, em que o assinante pode comprar games a preços bastante reduzidos e até mesmo baixar alguns títulos gratuitamente. A jogatina on-line já faz parte do cadastro básico da PSN e não exige pagamento extra.

Descontos generosos na Xbox Live para jogos

Mas vale a pena? Bom, isso depende de cada perfil de jogador e qual é o seu equipamento. Quem tem um Xbox 360 e gosta de partidas on-line, manter a assinatura paga (Gold) é fundamental. Mas, se o usuário for daqueles que gostam de se enveredar em campanhas solitárias, a opção gratuita é mais que suficiente. Além disso, a versão gratuita permite download de demonstrações e compra de jogos.

No entanto, os descontos para assinantes chegam a até 75% do valor cobrado pela assinatura simplificada. Por exemplo, o game “Dead Island – Riptide”, que no mercado “físico” não sai por menos de R$ 90, é oferecido para o assinante por R$ 39. Um preço inimaginável para um game lançado há poucos meses. A assinatura Gold precisa ser renovada periodicamente, de acordo com o plano de duração escolhido pelo consumidor.

XBOX LIVE

A PSN em si demorou demais para chegar ao Brasil e o serviço Plus, chegou a poucos dias. A assinatura gratuita, que é exigida assim que se conecta o PS3 na web, permite baixar aplicativos (que são pouquíssimos), fazer download de demonstrações, comprar games na PlayStation Store e jogar on-line gratuitamente, dentre outras firulas. A PS Plus é indicada para quem acabou de comprar seu PS3 ou PS Vita. Pois ao assinar o jogador ganha alguns títulos de brinde e tem descontos generosos na compra de outros games.

Para quem já tem uma coleção de jogos, a melhor indicação é optar pela assinatura mensal, que custa R$ 19,90 e caso queira comprar alguns títulos com desconto durante o período.  Outro serviço disponível para os usuários Plus são as atualizações de sistema automáticas e espaço em nuvem de 1 GB para salvar o progresso dos games. No entanto, lançamentos não são catalogados nas listas de promoções.

Contras de PS Plus

No frigir dos ovos as duas redes são muito parecidas, mas o fato de ter que pagar para disputar partidas on-line na Xbox Live é um fator desagradável. Por outro lado, a instabilidade da PSN também é um problema crônico. Não é raro as partida serem interrompidas por falhas no sistema. Outro problema frequente é a demora para poder fazer downloads na rede da Sony. E a assinatura paga da Plus não garante um serviço mais satisfatório. Nada é perfeito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.