Infanto: o console de 6 mil jogos

GAMECOIN INFANTO

Redação Gamecoin

Quem cresceu nos anos 1990 e gostava de games tinha apenas um sonho. Ter o máximo de jogos ao menor custo possível. Bom, para quem ainda nutre esse desejo, ele acaba de ser realizado com o Infanto. Trata-se de um aparelhinho, que agrega emuladores de mais de 10 consoles diferentes, com cerca de 6 mil ROMs salvas num cartão de memória. Montado no Brasil e vendido exclusivamente na web por cerca de R$ 600, em sites de vendas como Mercado Livre, o Infanto se transformou em viral entre a comunidade gamer.

 

O videogame brasileiro, na verdade é um minicomputador Raspberry Pi, que roda sistema operacional Linux, que inclui duas portas USB para conexão de joysticks, uma saída HDMI e slot para cartão do formato SD. Bom, mas acontece que o Infanto é o Capitão Gancho dos videogames. Isso porque ele todos os jogos disponíveis no cartão de 16 GB são pirateados. Apesar de a prática de download de ROMs ser algo rotineiro desde os tempos de Internet discada, rodar uma ROM só é considerada legal quando o usuário possui uma cópia original do título. Mais ou menos com o que acontece com arquivos MP3.

Bom, legalidades à parte, o barato do Infanto é que ele agrupa numa caixinha que cabe na palma da mão emuladores e jogos de sistemas como Atari 2600, Master System, NES, Game Boy, Mega Drive, Super Nintendo, Neo Geo, TurboGrafx-16, Mame e ainda promete rodar ROMs de N64, PSOne e até DreamCast.

Mas vale o investimento?

Bom, o Infanto é vendido a R$ 600, já com o cartão de memória, dois joysticks no estilo DualShock 2 e a chassi. Um Raspberry Pi, custa lá fora algo em torno de US$ 40 (algo em torno de R$ 110), um par de manetes custa na praça em média R$ 60 e um cartão SD, não sai por menos de R$ 50. Fora a carenagem a instalação do OS, além do acervo de jogos, fonte alimentadora e cabo HDMI, daria para produzir tudo artesanalmente por cerca de R$ 350.

Outro senão do Infanto é que sua saída de vídeo HDMI não permite conectá-lo em uma TV de tubo e apenas em televisores modernos de alta definição, o que irá comprometer a qualidade da reprodução dos jogos.

Bom, se o amigo não tem o menor pudor em rodar jogos antigos pirateados, pela metade do custo do Infanto, é possível garimpar um PS2 usado e destravado, bastando baixar um DVD com emuladores e ROMs de diversos consoles em sites de Torrent, ou então, gastar apenas R$ 35 num joystick USB e baixar os joguinhos direto no PC.

Leia Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.