Cresce procura pelo Infanto

GAMECOIN INFANTO

Redação GameCoin

Em dias de crise, falta de grana, risco de desemprego e outros fatores que nos fazem pensar duas vezes em levar a mão na carteira, o jeito é apelar para soluções mais “palpáveis”. Há quase um ano, publicamos no GameCoin um texto sobre o Infanto, um console compacto desenvolvido sobre um mini-PC, que pode ser ligado ao televisor via entrada HDMI e recheado de emuladores e ROM’s de diversos consoles antigos. Comercializado em sites de venda como Mercado Livre, o aparelhinho oferecido por R$ 600 fez sucesso, mas logo caiu no esquecimento. Há poucos dias, perto do Natal, o Infanto voltou a ganhar força e muita gente anda perguntando como faz para levar o videogame para casa.




Como se trata de um aparelho fabricado a partir de kits de mini computadores e que utiliza emuladores e ROM’s não oficiais, será muito difícil encontrar o brinquedo no grande varejo, seja ele físico ou on-line. O jeito é procurar em sites de venda, mas se deve ter cuidado com a reputação do vendedor.

Numa busca no Mercado Livre encontramos versões “atualizadas” que prometem desempenho superior, com maior espaço de armazenamento. Há versões que garantem 32 GB de memória, assim como edições que rodam emuladores de Nintendo 64. Vale lembrar que ROM’s só são considerados legais quando o usuário tem a cópia original do jogo.