Oldies: FEAR Perseus Mandate

GAMECOIN - FEAR PERSEUS MANDATE 2

Marcelo Iglesias

A Sierra acertou em cheio quando lançou FEAR (First Encounter Assault Recon), em 2005, criando um dos melhores jogos de tiro da época. Fugindo da temática da Segunda Guerra Mundial, o game inseriu elementos sobrenaturais dando um toque de Survival Horror à trama. Depois da expansão Extraction Point, a Sierra publicou FEAR Perseus Mandate que deu sequência à sombria narrativa da franquia. O primeiro episódio da saga, inicialmente, parecia contar uma história de terror, com fenômenos de difícil explicação. Conforme o jogador avançava nas etapas, as cenas macabras iam ganhando sentido e revelando a verdade dos fatos. Tratava-se de um complexo e sigiloso projeto que envolvia membros do governo e a empresa de tecnologia bélica Armacham.

Eles desenvolveram um exército de clones controlados por telepatia. Para que o projeto desse certo, os engenheiros do laboratório engravidaram uma menina sensitiva, que poderia gerar um filho capaz de poder controlar a mente de outras pessoas. Acontece que, no lugar de uma criança, nasceram duas. O paranormal é Paxton Fettel, responsável pela carnificina do jogo. E adivinha quem é o segundo? Isso mesmo, é mocinho controlado pelo jogador, que, por uma coincidência digna de novela das mexicanas, faz parte de um grupo de elite que precisa enfrentar seu irmão e sua mãe, Alma (a menina que foi posta em coma e tranca da em um laboratório abandonado).

GAMECOIN - FEAR PERSEUS MANDATE 3

Já em Perseus Mandate a aventura se baseia na investigação de outro projeto sinistro da parceria secreta entre a Armacham e o Pentagono, que despertou o interesse de Fettel. O herói precisa impedir que o terrorista tenha acesso ao tal Persus Project, que ainda é um mistério para o grupo de elite e o jogador só irá descobrir com o desenrolar do game. Toda essa riqueza no enredo torna o jogo viciante, com justificativas convincentes para cada elemento que norteia a trama. Até mesmo o recurso “Bullet Time”, que ativa o efeito de câmera lenta no jogo tem explicação. Trata-se de uma alteração nos reflexos que só o protagonista possui, por carregar o DNA de Alma.

A jogabilidade é simples e os comandos primários seguem o padrão dos games de tiro convencionais. O título também oferece boa trilha sonora, usando temas acentuados nos momentos de suspense.

GAMECOIN - FEAR PERSEUS MANDATE

A movimentação e a física do jogo são condizentes  para os dias atuais, efeitos como o tranco dos disparos, que em cadeia fazem com que o jogador perca a mira, contribuem para dar maior realismo. Destaque também para o arsenal, que oferece uma grande variedade de armas como rifle laser, excelente para combater robôs, pois perfura a blindagem. Há também o rifle sniper, com mira para visão noturna, ideal para buscar o inimigo a longa distância. Uma boa dica é sempre ficar de olho nas caixas que estão pelo caminho, algumas podem ser abertas e conter munição.

Graficamente FEAR Perseus Mandate deu um banho em 2007, mas ainda hoje é um jogo bonito e com ótimos efeitos graças ao motor gráfico Lithtech Jupiter EX. Se na época de seu lançamento exigia uma bela placa, hoje qualquer máquina com GPU mequetrefe roda o game suavemente.

Disponível para PC e Xbox 360

[bws_related_posts]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.