Review – Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate HD

CASTLEVANIA

A Konami, assim como a Cacpom, sabe como poucos desenvolvedores como criar franquias bem-sucedidas como “Castlevania”. Mas como toda boa série, assim como uma ruim, seu objetivo primário é dar lucro. E para render dividendos é preciso disponibilizar versões para diversos aparelhos. E assim surgem produções com narrativas paralelas ao enredo original que acabam virando uma bagunça. A série “Lords of Shadow” surgiu em 2010, e contou com a participação de Hideo Kojima, criador da franquia “Metal Gear Solid”. E junto com ela os produtores resolveram zerar a história. No jargão das histórias em quadrinhos, a prática se chama reboot. Gamecoin avaliou “Castlevania: Lords of Shadow – Mirror Fate HD”. Trata-se de uma conversão do game lançado originalmente para o portátil 3DS da Nintendo.

Quem jogou o primeiro game da série irá perceber o abismo gráfico desse port com o game que inaugurou a série. Apesar do bom trabalho da MercurySteam, em parceria com a Kojima Productions e a Climax Studios (esta última responsável pela versão para PC), seus gráficos lembram os games para PS2, o que deixa o jogador um tanto incomodado, ou até mesmo desanimado, num primeiro momento. Mas, é preciso lembrar que se trata de uma conversão de um título que roda numa telinha diminuta.

CASTLEVANIA (1)

E por falar em telinha, faz falta o display secundário do 3DS. Ele servia para visualizar o mapa e menu do game, dentre outras informações complementares. O jogador tem a opção de fazer marcações no mapa e deixar anotações sobre tesouros e locais que precisam ser visitados novamente. A jogabilidade é simples e segue o mesmo modelo da versão original. No entanto, se trata de um jogo de Ação 2D e não 3D, mas os comandos são praticamente os mesmos e com combos liberados paulatinamente. Evolução de níveis, dentre outras peculiaridades fazem com que o jogador tenha acesso a locais, que primeiramente, eram inacessíveis. São nessas horas que as anotações fazem a diferença.

Debulhando Castlevania

Mas o mais legal é a história do jogo. O game conta a saga da família Belmont contra os Lordes das Sombras. Na abertura, é relatado que Gabriel Belmont, um guerreiro da ordem da Irmandade da Luz, deixa sua esposa para enfrentar os lordes e lá se transforma em Drácula. Durante a cruzada contra o mau, sua mulher tem um filho, Trevor, que é levado logo após o nascimento pelos membros da irmandade. Anos mais tarde, Trevor deixa sua família para derrotar o príncipe das trevas, sem saber que era seu próprio pai e não volta mais. Para se vingar de tamanha prepotência, Drácula ordena um ataque à família de Trevor. Apenas Simon consegue sobreviver. O garoto cresce com um único objetivo que é cobrar a morte de seus pais.

O game ajuda a elucidar alguns acontecimentos que serão revelados em “Castlevania: Lords of Shadow 2”, que chega em fevereiro de 2014. Gamecoin testou a demo (leia mais), que apesar apostar em estilo saturado se destaca pelo fato de se jogar com o vilão e não com o mocinho. O conteúdo de demonstração faz parte do pacote de “Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate HD”, que tem preço de R$ 30,90. Disponível para PC, PS3 e X360.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.